Blog da Rede Nacional de Clubes Ciência Viva

Este é um espaço de exclusiva partilha e autoria dos Clubes Ciência Viva na Escola.
Participe e faça publicações sucintas.



Actividade

Dia da Ci√™ncia ¬Ė um dia especial


No passado dia 10 de janeiro, decorreu na Escola B√°sica de Freixo a comemora√ß√£o do Dia da Ci√™ncia. O que pensamos? Este dia foi o culminar de muito trabalho de colabora√ß√£o entre alunos das turmas do 9.¬ļano de escolaridade e os seus professores. A partir de uma vontade dos alunos, criou-se um DAC (dom√≠nios de autonomia curricular), relativa ao tema ¬ďComunicar Ci√™ncia/Dia da Ci√™ncia¬Ē, uma op√ß√£o curricular de trabalho interdisciplinar e ou articula√ß√£o curricular, cuja planifica√ß√£o foi elaborada em Conselho de Ano, identificando as disciplinas envolvidas e a forma de organiza√ß√£o. Deste DAC, surgiu a ideia de uma investiga√ß√£o com tema ¬ď70 alunos¬Ö70 cientistas¬Ē, a dinamiza√ß√£o dos laborat√≥rios de Matem√°tica, F√≠sica e Qu√≠mica, Ci√™ncias Naturais e Geografia, como espa√ßos privilegiados de ¬ďfazer ci√™ncia¬Ē e a elabora√ß√£o de um peddy paper que envolvesse desafios de todas as √°reas da ci√™ncia. Como fizemos? Cada aluno do 9.¬ļ ano investigou um cientista/inventor que marcou a hist√≥ria da ci√™ncia, e como resultado criaram uma obra art√≠stica da cada um desses cientistas. Os alunos quiseram ir mais longe¬Ö e foram. Criaram uma obra de arte por turma, com os cientistas investigados. Quatro pain√©is que perdurar√£o por muitos anos na Escola B√°sica de Freixo. A ambi√ß√£o dos alunos e professores n√£o ficou por aqui. Quisemos dar mais um passo. E demos. Convidamos duas cientistas portuguesas, com destaque e carreira nacional e internacional, para falarem com os nossos alunos. Assim, tivemos de manh√£ a Doutora Joana Moscoso, microbi√≥loga, especialista no estudo de bact√©rias. De tarde a Doutora Maria Mota, considerada uma das melhores cientistas da atualidade na √°rea da Mal√°ria. Neste dia foi tamb√©m programado um peddy paper para os alunos do 5.¬ļ e 6.¬ļ ano de escolaridade e estiveram abertos os laborat√≥rios de Ci√™ncia 4.0 da nossa escola, sala da Matem√°tica e Clube de Meteorologia. Foi um dia animado, contagiante, vibrante. Dia de mexer, conhecer, interagir, comunicar. Um dia que mostra o que √© uma ESCOLA. Um dia de oportunidades. No AEFreixo, ¬ďAntecipamos o Futuro¬Ē!

Ler mais
Actividade

Concurso ¬ďO Planeta no Universo¬Ē


Terminaram as vota√ß√Ķes do Concurso ¬Ė O planeta Terra no Universo, e os resultados foram¬Ö 1.¬ļ Lugar em 3D ¬Ė Trabalho F (50% dos votos) Este trabalho pertence √†s alunas do 7.¬ļ C ¬Ė Adriana, Catarina, Clara e F√°tima. 1.¬ļ Lugar em v√≠deo ¬Ė V√≠deo C (32% dos votos) Este trabalho pertence aos alunas do 7.¬ļB ¬Ė Andr√©, Jo√£o Pedro e Marco. Parab√©ns aos vencedores e a todos aqueles que participaram nesta aventura pelo Universo!

Ler mais
Actividade

Visitas Guiadas à Estação de MeteoFreixo


Hoje tivemos a visita de uma turma do 4.¬ļano da EB1 de Ponte de Lima. A visita foi guiada pelos nossos meteorologistas Joel Vieira e Diogo Vilas Boas com passagem pelas esta√ß√Ķes, expositor e sala de trabalhos/grava√ß√Ķes. No fim os aluno desenvolveram workshop de meteorologia. Durante esta semana receberemos a visita de outras escolas do de Ponte de Lima.

Ler mais
Actividade

Exposi√ß√£o itinerante ¬Ė chemestryanywhere.


Na semana passada esteve na nossa escola a Exposi√ß√£o itinerante Esta atividade promovida anualmente pela Universidade do Minho ¬Ė Departamento de Qu√≠mica, em parceria com v√°rias escolas, pretende expandir a import√Ęncia da Qu√≠mica no nosso dia a dia. Partindo de algumas das in√ļmeras aplica√ß√Ķes que contribuem com toda a certeza para a melhoria da nossa qualidade de vida. Esta atividade foi abra√ßada com entusiasmo e admira√ß√£o, pela abrang√™ncia desta Ci√™ncia. Foi assim explorado um Kahoot! intitulado chemestryanywhere que permitiu uma maior intera√ß√£o dos alunos com cada um dos expositores.

Ler mais
Actividade

Tabela Peri√≥dica ¬Ė 150 anos!


A Tabela Peri√≥dica faz 150 anos!!!! Para comemorar este evento, o 9.¬ļ B construiu uma tabela! Aqui fica a foto e um v√≠deo com algumas curiosidades.

Ler mais
Actividade

Atividades no ¬ďCanteiro Pedag√≥gico¬Ē


Ol√°! Somos os cuidadores do ¬ďCanteiro Pedag√≥gico¬Ē Vamos contar-vos as nossas atividades. Estamos a fazer um canteiro, onde j√° plant√°mos glad√≠olos, coroas de rei e ervilhas. Gostamos, e n√£o √© pouco, de trabalhar no canteiro! √Č muito f√°cil e divertido! Quando est√° a chover, fazemos sementeiras na sala da Ci√™ncia Divertida. J√° semeamos nabos e amores perfeitos que depois vamos colocar no canteiro. Gostamos de trabalhar no canteiro, porque assim a nossa escola vai ficar mais bonita.

Ler mais
Actividade

Construção de um sismógrafo

Ler mais
Actividade

Visitas de Estudo


No √Ęmbito da colabora√ß√£o com o Centro de Ci√™ncia Viva do Lousal s√£o anualmente realizadas visitas de estudo com os alunos do 10¬ļ ano e do 11¬ļ ano, √†s Minas de Pirite do Lousal. Dada a proximidade geogr√°fica com a cidade de Loul√©, s√£o tamb√©m realizadas visitas de estudo com os alunos do 11¬ļ ano de Ci√™ncias e Tecnologias √†s Minas de Sal-gema de Loul√©, local onde existe um diapiro com dimens√Ķes significativas e que constitui um local de ilustra√ß√£o e observa√ß√£o de evaporitos, um conte√ļdo program√°tico da disciplina de Biologia e Geologia.

Ler mais
Actividade

Erva Marinha Zoostera noltei


Desde setembro de 2009, tem sido monitorizada, anualmente, pelos alunos do 10¬ļ ano e do 11¬ļ ano de Ci√™ncias e Tecnologias, no √Ęmbito das disciplinas de Biologia e Geologia e pelos alunos do 12¬ļ ano na disciplina de op√ß√£o de Biologia, a densidade populacional da erva marinha Zoostera noltei numa sec√ß√£o definida na Ria Formosa, com 25 metros de extens√£o, usando os dados obtidos como um bioindicador da qualidade ambiental na Reserva e na Ria Formosa. Este projeto envolve trabalho de campo e trabalho laboratorial.

Ler mais
Actividade

Construção de um sistema de energia solar para pequenos carregamentos

Ler mais
Actividade

Macroinvertebrados bentónicos


A diversidade de foramin√≠feros e de macroinvertebrados bent√≥nicos num transecto definido na Ria Formosa, a 5 Km da escola, tem sido alvo de monitoriza√ß√£o desde 2010/2011 por turmas de Ci√™ncias e Tecnologias, no √Ęmbito da disciplina de Biologia e Geologia (10¬ļ e 11¬ļ ano) e da disciplina de op√ß√£o de Biologia (no 12¬ļ ano). As varia√ß√Ķes observadas na diversidade destes organismos t√™m sido usadas como indicador para avaliar a qualidade ambiental da Ria Formosa com base no setor definido.

Ler mais
Actividade

Projeto MicroMundo


Projeto internacional MicroMundo, no √Ęmbito de ci√™ncia e cidadania, a que a Escola Secund√°ria Dr. Francisco Fernandes Lopes (ESFFL), em Olh√£o, aderiu, em parceria com a Universidade do Algarve (UAlg), e que procura a descoberta de novos antibi√≥ticos por causa da resist√™ncia que grande parte das bact√©rias a n√≠vel mundial atualmente desenvolveu aos que a Medicina tem dispon√≠veis. Este projeto, apesar de a n√≠vel internacional integrar v√°rios n√≠veis educacionais, iniciou-se na ESFFL com as turmas do 11¬ļ ano de Ci√™ncias e Tecnologias. Investigadores e alunos universit√°rios da UAlg trabalham e explicam aos alunos da ESFFL a metodologia a seguir aproveitando as aulas em que as turmas est√£o divididas em turnos.

Ler mais
Actividade

III Confer√™ncia Estudantil de Adapta√ß√£o √†s Altera√ß√Ķes Clim√°ticas


Conjunto de diversas atividades, nomeadamente confer√™ncias, workshops, demonstra√ß√Ķes, exposi√ß√Ķes, apresenta√ß√Ķes p√ļblicas, atividades interativas, teatro, dan√ßa, m√ļsica relacionadas com o tema "Adapta√ß√£o √†s Altera√ß√Ķes Clim√°ticas".

Ler mais
Actividade

Projeto: SOS Oceanos: Boa √Āgua a ajudar!


Os alunos do 8.¬ļ ano desenvolveram o projeto SOS Oceanos: Boa √Āgua a ajudar!

Ler mais
Actividade

Projeto Cientificamente Prov√°vel


Diversos investigadores e cientistas da Universidade do Algarve deslocam-se regularmente √† escola para realizar palestras interativas com os alunos do 10¬ļ ano, do 11¬ļ ano e do 12¬ļ anos de Ci√™ncias e Tecnologias abordando, explorando e trabalhando com os alunos temas tais como a utiliza√ß√£o de bioindicadores na qualidade ambiental, a acidifica√ß√£o dos oceanos e as suas consequ√™ncias na diversidade biol√≥gica marinha, entre outros.

Ler mais







rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo