Faq¬īs

 

No nosso agrupamento já existe um Clube de Astronomia. Podemos candidatá-lo a ser Clube Ciência Viva na Escola?

O Clube Ci√™ncia Viva na Escola pode integrar clubes j√° existentes nas escolas, desde que para isso se cumpram os objetivos e requisitos previstos para integrar esta iniciativa. 

 

Queremos candidatar-nos ao programa Clubes Ciência Viva na Escola mas ainda não temos o plano de trabalho e o espaço para o Clube. Podemos submeter a proposta?

A proposta pode ser submetida. Contudo, aquando  da candidatura dever√° ser fornecida toda a informa√ß√£o considerada relevante, nomeadamente as caracter√≠sticas do espa√ßo destinado ao funcionamento do Clube. 

 

O Clube Ci√™ncia Viva pode funcionar numa escola do 1.¬ļ Ciclo de um Agrupamento?  

Preferencialmente, o Clube Ci√™ncia Viva deve estar localizado na escola sede do Agrupamento (no caso dos Agrupamentos de Escola). No entanto, o espa√ßo destinado ao funcionamento do Clube poder√° localizar-se numa escola do 1¬ļ ciclo, desde que os objetivos e requisitos previstos para integrar o programa Clubes Ci√™ncia Viva na Escola sejam cumpridos.  

 

S√≥ podemos propor um Clube por Agrupamento? 

Sim. Prev√™-se que se constitua apenas um Clube Ci√™ncia Viva na Escola em cada Agrupamento, uma vez que se pretende que esse clube promova a interdisciplinaridade e o trabalho colaborativo, o envolvimento da comunidade educativa e local, bem como de parceiros cient√≠ficos.   

 

Um Clube Ci√™ncia Viva pode abordar tem√°ticas das Ci√™ncias Sociais?  

Os Clubes Ci√™ncia Viva na Escola funcionam como espa√ßos abertos de contacto com todas as √°reas do conhecimento cient√≠fico.  

 

As Escolas Privadas tamb√©m podem propor um Clube Ci√™ncia Viva na Escola? 

Sim. Tanto as Escolas P√ļblicas como as Escolas Privadas podem apresentar uma proposta para um Clube Ci√™ncia Viva na Escola.

 

Uma Associa√ß√£o poder√° ser a entidade com a qual estabelecemos a parceria?  

A Associa√ß√£o ter√° de reunir as condi√ß√Ķes para formalizar a parceria, a saber, assegurar a desloca√ß√£o regular de cientistas e/ou especialistas √†s escolas, o envolvimento de alunos em a√ß√Ķes de difus√£o de conhecimento promovidas pela associa√ß√£o, o acesso dos alunos a infraestuturas, instala√ß√Ķes, laborat√≥rios e tecnologias de ponta da institui√ß√£o parceira, de forma a cumprir os objetivos definidos na Carta de Princ√≠pios. 

 

Quais as vantagens de termos um Clube Ci√™ncia Viva na Escola? 

Os Clubes validados pela Coordena√ß√£o Nacional passar√£o a integrar a Rede de Clubes Ci√™ncia Viva na Escola e ter√£o acesso a um conjunto de a√ß√Ķes disponibilizadas pelos parceiros envolvidos (ver lista de a√ß√Ķes na Carta de Princ√≠pios).

 

Que compromissos temos de assumir por ter um Clube Ci√™ncia Viva no nosso Agrupamento? 

Os Clubes Ci√™ncia Viva na Escola assumem o compromisso de obedecer aos requisitos e objetivos previstos na Carta de Princ√≠pios, bem como de partilhar recursos e conhecimentos entre as entidades que integram a Rede de Clubes Ci√™ncia Viva na Escola.  

 

Quais as principais caracter√≠sticas que deve ter o espa√ßo onde o Clube ser√° instalado?  

O espa√ßo para o Clube Ci√™ncia Viva deve ser adequado e devidamente identificado. As atividades do Clube podem acontecer noutros espa√ßos do Agrupamento / Escola n√£o Agrupada, ou numa das institui√ß√Ķes parceiras. 

 

Uma sala de aula pode ser o espaço do Clube?

Sim, desde que a sala tenha uma √°rea suficiente para permitir uma clara separa√ß√£o do espa√ßo destinado ao clube e do espa√ßo destinado √†s aulas. 

 

O Clube tem de abrir todos os dias? 

O professor coordenador do Clube define seu modo de funcionamento, que tem que fazer parte integrante do projeto educativo da escola. 

 

Que tipo de atividades se espera que um Clube Ci√™ncia Viva organize?  

O tipo de atividades do clube est√° muito dependente das caracter√≠sticas da comunidade educativa. O clube deve ter um programa de a√ß√£o inovador, que inclua elementos do curr√≠culo de educa√ß√£o formal, abordados em contextos de educa√ß√£o n√£o formal, em parceria com institui√ß√Ķes cient√≠ficas  e de ensino superior. As atividades t√™m que ser organizadas tendo em conta crit√©rios de qualidade cient√≠fica e pedag√≥gica que promovam o entusiasmo e a motiva√ß√£o dos alunos atrav√©s de pr√°ticas cient√≠ficas em diferentes √°reas tem√°ticas. Al√©m disso, dever√° ser prevista a colabora√ß√£o entre a escola e a comunidade envolvente e entre as escolas e a institui√ß√£o parceira.

 

H√° um n√ļmero m√°ximo de clubes previsto para integrarem a Rede de Clubes Ci√™ncia Viva?  

N√£o existe um n√ļmero m√°ximo de clubes previsto para integrar a Rede. 

 

Se estiverem dois professores da mesma escola a trabalhar no Clube Ci√™ncia Viva, quantas horas semanais podem ser atribu√≠das a cada professor? 

Aos dois professores devem ser atribu√≠das, no m√≠nimo, tr√™s horas semanais. No entanto, podem ser atribu√≠das mais horas, ficando esta decis√£o a cargo do √≥rg√£o de gest√£o da escola. 

 

Uma escola portuguesa no estrangeiro poder integrar a Rede de Clubes Ciência Viva na Escola?

As escolas pertencentes à rede de Escolas Portuguesas no Estrangeiro podem candidatar-se a possuir um Clube Ciência Viva, desde que para isso se cumpram os objetivos e requisitos previstos para integrar esta iniciativa.



rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo