Blog da Rede Nacional de Clubes Ciência Viva

Este é um espaço de exclusiva partilha e autoria dos Clubes Ciência Viva na Escola.
Participe e faça publicações sucintas.



Actividade

Logótipo do Clube Ciência Viva na Fernão

Ler mais
Actividade

O professor Elder Almeida com os alunos criadores do logótipo do Clube Ciência Viva na Fernão


A fotografia mostra o professor Elder Almeida com os alunos Gonçalo Bernardino e Pedro Tavares, criadores do logótipo do Clube Ciência Viva na Fernão.

Ler mais
Actividade

√Ārvore de Natal dos Elementos Qu√≠micos


Alguns alunos e professoras de FQA da Escola Secund√°ria de Esmoriz aceitaram o desafio do Clube de Ci√™ncia Viva para constru√≠rem uma √Ārvore de Natal com recurso apenas a ilumina√ß√£o LED e cart√Ķes com os S√≠mbolos dos Elementos Qu√≠micos. Com alguma fita cola e muita paci√™ncia, o desafio foi superado!...

Ler mais
Notícia

Prémios Nacionais eTwinning 2020


O AE D. Maria II, Vila Nova de Famalic√£o, em particular os alunos envolvidos no Clube Ci√™ncia Viva, colaboraram no projeto "Chemistry Behind Bread" e foram vencedores do Selo Nacional de Qualidade, do Selo Euroepeu de qua√ßidade e ainda do Pr√©mio Nacional eTwinning 2020, na categoria do 3¬ļ Ciclo do Ensino B√°sico. Este projeto foi considerado muito relevante √† luz de v√°rios crit√©rios avaliados: inova√ß√£o pedag√≥gica, integra√ß√£o curricular, colabora√ß√£o entre escolas parceiras, utiliza√ß√£o das tecnologias, resultados, impacto e documenta√ß√£o.

Ler mais
Actividade

Boas Festas do Clube Ciência Viva na Escola do Agrupamento D. Afonso Henriques, Guimarães


O Clube Ciência Viva na Escola do Agrupamento D. Afonso Henriques, de Guimarães, deseja a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

Ler mais
Actividade

As nossas tradi√ß√Ķes √† luz da ci√™ncia


Os professores dinamizadores do Clube Ci√™ncia Viva, na Escola Secund√°ria D. Lu√≠sa de Gusm√£o, trabalharam com um grupo de alunos do 7¬ļ ano de escolaridade, que come√ßaram por elaborar um trabalho de pesquisa sobre as tradi√ß√Ķes do barro e da olaria, no nosso pa√≠s; sobre a origem geol√≥gica da argila/barro, bem como os locais onde podemos encontrar estes materiais. Entre outras informa√ß√Ķes que recolheram, ficaram a saber que a argila se forma a partir da altera√ß√£o do granito. Sabendo que esta rocha n√£o existe na cidade de Lisboa, sugeriram que se fizesse uma recolha de amostras no p√°tio da escola e na sua periferia, que inclu√≠sse a rocha m√£e, a rocha m√£e alterada e sedimentos resultantes da mesma a fim de investigarem o tipo de rocha a√≠ existente. Conclu√≠do o trabalho de campo, iniciou-se o trabalho de laborat√≥rio, onde se procedeu √† observa√ß√£o e compara√ß√£o dos materiais recolhidos, √† vista desarmada e com lupas de m√£o, tendo-se verificado que eram muito semelhantes e pareciam corresponder a rocha calc√°ria. Por forma a validar esta hip√≥tese, foi realizado o teste do √°cido clor√≠drico, tendo-se constatado uma rea√ß√£o de efervesc√™ncia, o que permitiu concluir que a rocha recolhida era carbonatada e, possivelmente, calc√°rio. A partir desse momento, os alunos passaram a utilizar apenas a amostra de sedimentos. Estes foram submetidos √† remo√ß√£o de mat√©ria org√Ęnica e de pequenos fragmentos da rocha m√£e e, posteriormente, √† crivagem, por forma a obter apenas as part√≠culas de menor dimens√£o. De seguida, testou-se o comportamento destes sedimentos mediante a adi√ß√£o de diferentes quantidades de √°gua, na tentativa de criar uma massa homog√©nea. Uma vez conseguida essa massa, fez-se um molde que se conservou. Por fim, foi efetuada a compara√ß√£o entre o comportamento desta amostra com o comportamento de uma amostra de argila proveniente da altera√ß√£o do granito, tendo-se encontrado semelhan√ßas entre as mesmas e conclu√≠do que as argilas podem ter diferentes origens.

Ler mais
Actividade

XIV Mostra Nacional de Ciência 2020 premeia alunos do AE D. Maria II


Hugo Daniel Oliveira Vieira Remelgado, Hugo Ferreira Costa e Rita Fernandes de Matos conquistaram o 3¬ļpr√©mio, com o projeto "Desenvolvimento de um Sistema Integrado de Dete√ß√£o e Alerta de Radia√ß√Ķes Ionizantes", na √°rea das Engenharias. V√£o representar Portugal, na Final Europeia, EUCYS 2021, na cidade de Salamanca, Espanha. Jo√£o Dinis Ribeiro Machado de Carvalho √Ālvares conquistou o 4¬ļpr√©mio, com o projeto "Compara√ß√£o de M√©todos de An√°lise de Ondas Gravitacionais- LIGO vs. ROOT", na √°rea da F√≠sica. Vai representar Portugal, na ISEF 2021 Virtual, EUA.

Ler mais
Actividade

Monitoriza√ß√£o da Qualidade da √Āgua e do Ar em Sines


Videoconferência e tratamento de dados reais fornecidos pelo parceiro, nas aulas de DAC de FQA/BG.

Ler mais
Actividade

Arduino para programação e robótica


Desenvolvimento de competências na área da programação e robótica através da realização de atividades em arduino.

Ler mais
Actividade

Semana da Cultura Científica em Parceria com Centro Ciência Viva de Guimarães


Workshops sobre a poluição na água em parceria com o Centro Ciência Viva realizados na Semana da Ciência.

Ler mais
Actividade

Iniciação à Robótica - Lego We do 2.0


Alunos volunt√°rios de 7¬ļ ano, passaram uma tarde divertida, a aprender a programar robots recorrendo aos kits Lego We do 2.0.

Ler mais
Actividade

Dia Escola Azul ECB


Momento de celebra√ß√£o aberta a toda a comunidade escolar e lan√ßamento do projeto e desafios no √Ęmbito da protejo dos oceanos. Destaca-se a colabora√ß√£o do GLEE club e a vinda de representantes da EB2, permitido mais uma vez fortalecer as liga√ß√Ķes entre grupos e escolas, refor√ßando a sua interajo com o meio. Foi tamb√©m estabelecida uma parceria entre a escola e a Doca Pesca, que se concretizou sobre a forma de palestra.

Ler mais
Actividade

SARGAÇO - UM TESOURO PARA O SOLO?


Numa fase inicial, os alunos do 8¬ļano contactaram com uma tradi√ß√£o do norte do pa√≠s - a apanha do sarga√ßo. Pesquisaram informa√ß√£o, em diferentes formatos (v√≠deos, blogues e p√°ginas digitais) e sintetizaram os elementos recolhidos atrav√©s de um poster e uma apresenta√ß√£o multim√©dia. Ap√≥s a pesquisa bibliogr√°fica, investigou-se a utiliza√ß√£o do sarga√ßo (alga marinha) na fertiliza√ß√£o dos solos. Os alunos aprofundaram conhecimentos atrav√©s da constru√ß√£o de protocolos experimentais, com controlo de vari√°veis, para validar/refutar hip√≥teses formuladas. De igual modo, o trabalho realizado permitiu aos alunos desenvolverem o sentido de observa√ß√£o e o sentido cr√≠tico. No final, os alunos produziram materiais de divulga√ß√£o do trabalho desenvolvido, recorrendo a ferramentas digitais que ainda n√£o conheciam.

Ler mais
Actividade

Atividade _Espetroscopia_ na ESCT


Realizou-se nos dias 13 e 20 de novembro, na Escola Secund√°ria de Caldas das Taipas, a atividade de espetroscopia, ¬ďMedir as estrelas¬Ē, organizada pelo Clube de Ci√™ncia Viva da ESCT em parceria com o Planet√°rio - Casa da Ci√™ncia de Braga. Nesta atividade os alunos constru√≠ram o seu pr√≥prio espectrosc√≥pio √≥tico explorando os conceitos relacionados com a luz e o espectro eletromagn√©tico. Foi, tamb√©m, abordado o papel da espectroscopia no estudo da composi√ß√£o qu√≠mica das estrelas e do c√°lculo da dist√Ęncia das gal√°xias distantes. Al√©m desta atividade que decorreu da parte da manh√£ para 4 turmas do 10¬ļ ano do ensino regular (10CT1, 10CT2, 10CT3 e 10CT4). Tamb√©m decorreu a atividade "Impress√£o 3D" para a turma 10P1, 11P1 e 111P3, entre as 14:00 e as 16:00h.

Ler mais
Actividade

Sess√£o pr√°tica sobre plantas aqu√°ticas


Para al√©m da vertente de investiga√ß√£o, o nosso clube procura estar na vanguarda da divulga√ß√£o cient√≠fica. Neste √Ęmbito, o mais recente ilustre especialista convidado para realizar um workshop sobre plantas aqu√°ticas foi o Dr. Jael Palhas. √Č Mestre em Ecologia Aplicada e Doutorando em Ci√™ncias Agr√°rias e Ambientais. Como especialistas colaborantes estiveram Jo√£o Carecho e Afonso Petronilho, um antigo aluno do nosso clube que come√ßa a salientar-se na Universidade de Coimbra pelo seu trabalho na √°rea da bot√Ęnica. Realizada no passado dia 10 de novembro, a sess√£o, com uma forte componente pr√°tica e cujo tema central foi a biodiversidade vegetal nos charcos, decorreu com grande entusiasmo e curiosidade pelos alunos presentes. Desta forma, ficou mais uma vez demonstrado que s√£o atividades deste g√©nero que motivam efetivamente os alunos para o prosseguimento de estudos e para a pesquisa cient√≠fica no nosso pa√≠s.

Ler mais







rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo
rede logo